21/04/2024
BTC65.090,0
ETH3.179,77
USDT1,0
BNB578,65
SOL151,87
USDC0,999989
XRP0,533065
DOGE0,162709
BUSD1,003

Preço do Bitcoin (BTC)

BTC
4,5
$65.090,0
Capitalização de mercado
1.281.303.146.176,0
Volume total
21.049.932.782
Suprimento circulante
19.688.028
Suprimento total
21.000.000
Bitcoin

O que é Bitcoin ($BTC)?

Bitcoin é a primeira e mais popular criptomoeda do mundo. Foi criado em 2008 como uma moeda digital que poderia funcionar como meio de pagamento e meio de troca, independentemente de terceiros. Em vez disso, é usada a tecnologia blockchain para facilitar as transações peer-to-peer entre usuários em uma rede descentralizada. Uma característica fundamental do Bitcoin é sua natureza pseudônima. Isso implica que a identidade on-line de um usuário pode não estar necessariamente alinhada com sua identidade real.

Muitas novas criptomoedas surgiram desde a criação do Bitcoin, mas o Bitcoin ainda mantém sua posição de liderança entre os concorrentes em termos de capitalização de mercado e volume de negociação.

O Bitcoin tem um fornecimento limitado, com apenas 21 milhões de Bitcoins que existirão. O Bitcoin pode ser minerado por qualquer pessoa que tenha um computador e conexão à Internet, mas isso exige um investimento significativo em hardware e eletricidade. Se a mineração de Bitcoin não for uma opção viável, as pessoas podem optar por comprá-lo ou vendê-lo em várias bolsas de criptomoedas.

Quem são os fundadores e investidores do Bitcoin?

O Bitcoin foi inventado em 2008 por uma pessoa ou grupo de pessoas desconhecidas sob o nome Satoshi Nakamoto. A rede Bitcoin foi lançada em janeiro de 2009 e diz-se que Nakamoto esteve ativamente envolvido em seu desenvolvimento e estágios iniciais.

O Bitcoin foi criado para resolver o problema de gastos duplos em ambientes digitais sem a necessidade de um intermediário confiável. A verdadeira identidade de Satoshi Nakamoto nunca foi revelada, o que levou a muitas especulações e teorias de conspiração sobre a pessoa por trás da criação do Bitcoin.

Apesar do uso generalizado do Bitcoin e de seu impacto no mundo financeiro, a identidade de Satoshi Nakamoto continua sendo um mistério. Ao longo dos anos, especulou-se que várias pessoas, incluindo Elon Musk, Craig Wright e Nick Szabo, seriam Satoshi Nakamoto. Entretanto, nenhuma dessas teorias foi comprovada.

Principais eventos na história do Bitcoin

  • 18 de agosto de 2008: É registrado o nome de domínio bitcoin.org, marcando o primeiro indício do Bitcoin.
  • 31 de outubro de 2008: O whitepaper do Bitcoin é publicado por Satoshi Nakamoto, delineando o conceito de uma moeda digital descentralizada.
  • 3 de janeiro de 2009: É minerado o primeiro bloco do Bitcoin, conhecido como Bloco Genesis.

Mensagem de Satoshi Nakamoto incorporada na coinbase do primeiro bloco

Fonte e direitos autorais © Satoshi Nakamoto, GitHub

  • 22 de maio de 2010: Ocorre a primeira transação usando Bitcoin no mundo real, quando Laszlo Hanyecz paga 10 000 BTC por duas pizzas.

Fonte e direitos autorais © Laszlo Hanyecz

  • 2013: O Silk Road, um mercado darknet que aceitava Bitcoin como pagamento, é fechado pelo FBI.
  • 2017: O preço do Bitcoin atinge o maior valor de todos os tempos, quase US$ 20 000.
  • 2021: O primeiro ETF de Bitcoin, ProShares Bitcoin Strategy (ticker: BITO), é aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários.
  • 2022: O preço do Bitcoin sofre uma queda significativa, caindo de mais de US$ 60 000 para menos de US$ 30 000

A partir de meados da década de 2010, mais empresas começaram a aceitar o Bitcoin como forma de pagamento, incluindo grandes empresas como Starbucks e McDonald's. A adoção do Bitcoin cresceu significativamente desde sua introdução, com mais pessoas usando-o na vida cotidiana. Sua crescente aceitação como forma de pagamento, o aumento do interesse e o investimento contribuíram para seu crescimento.

Qual é o preço do Bitcoin hoje?

O preço atual do Bitcoin é de US$ 60.898,0 com um volume de negociação de 24 horas de US$ 19.694.251.137. Sabe-se que o preço do Bitcoin tem flutuado drasticamente ao longo dos anos, com períodos de rápido crescimento seguidos de declínio acentuado. Essas flutuações têm um impacto significativo sobre os preços de outras criptomoedas, pois o Bitcoin é frequentemente visto como um indicador de todo o mercado de criptomoedas. Quando o preço do Bitcoin sobe, as outras criptomoedas tendem a seguir o mesmo caminho; quando ele cai, elas também tendem a cair. Um motivo para isso é o fato de o Bitcoin ser a criptomoeda mais conhecida e amplamente utilizada, com sua capitalização de mercado muito superior à de qualquer outra.

Por exemplo, em 2017, o preço do Bitcoin aumentou de aproximadamente US$ 1000 no início do ano para quase US$ 20 000 no final do ano. Esse crescimento rápido foi alimentado por uma combinação de fatores, incluindo o aumento da adoção convencional, a atenção da mídia e a especulação.

Flutuações do preço do Bitcoin. Fonte e direitos autorais © TradingView

Entretanto, esse crescimento não ocorreu sem ceticismo. Muitos especialistas alertaram que o aumento rápido do preço do Bitcoin era insustentável e que uma queda seria inevitável. No final de 2017 e início de 2018, essas previsões se mostraram corretas, pois o preço do Bitcoin caiu drasticamente, perdendo mais de 80% de seu valor em pouco mais de um ano. As razões para esse declínio variaram, mas incluíram o aumento do escrutínio regulatório, a falta de adoção convencional e um esfriamento geral do mercado de criptomoedas.

As previsões de preço do Bitcoin variam muito, com alguns especialistas prevendo que ele poderia chegar até mesmo a US$ 1 000 000 em breve, enquanto outros preveem um valor mais modesto de US$ 45 000 em 2025. Entretanto, é importante observar que as previsões de preço do Bitcoin são especulativas e podem variar muito, dependendo do especialista e da metodologia utilizada, e não há garantia de que o Bitcoin aumentará em qualquer período de tempo.

Qual é a máxima histórica do Bitcoin ($BTC)?

A máxima histórica do Bitcoin é de US$ 68 789,63, que foi atingida em 10 de novembro de 2021.

Máxima histórica do Bitcoin. Fonte e direitos autorais © TradingView

Qual é a mínima histórica do Bitcoin ($BTC)?

É difícil decidir qual momento é exatamente a mínima histórica para o Bitcoin, mas alguns dos momentos em sua história poderiam ser considerados "mínimos":

  • Meados de novembro de 2011: Depois de atingir a máxima de US$ 29,60 em junho de 2011, o Bitcoin atingiu a mínima de US$ 2,05 em meados de novembro do mesmo ano.
  • 2014: O preço do Bitcoin caiu ao longo de 2014, atingindo US$ 315,21 no início de 2015.
  • 2018: Depois de atingir uma máxima histórica de quase US$ 20 000 em dezembro de 2017, o preço do Bitcoin caiu drasticamente em 2018, atingindo uma baixa de US$ 3191,30.
  • 2022: o Bitcoin começa a perder força em janeiro de 2022 e tem sido afetado por períodos de quedas acentuadas.

Mas, historicamente, o Bitcoin sempre se recuperou e voltou a atingir seus máximos anteriores, provando sua resiliência e ganhando novos apoiadores ao longo do caminho.

Qual é a capitalização de mercado do Bitcoin ($BTC)?

A capitalização de mercado é usada como um indicador do domínio e da popularidade das criptomoedas e, muitas vezes, é considerada como o indicador mais importante para a classificação das criptomoedas. No momento, o Bitcoin é a principal criptomoeda em termos de capitalização de mercado. Você pode acessar prontamente a capitalização de mercado atual do Bitcoin em nosso site.

Quais fatores influenciam o preço do Bitcoin ($BTC)?

O valor do Bitcoin é determinado por vários fatores, como oferta e demanda, regulamentações, concorrência, sentimento do investidor e atenção da mídia. A seguir estão os principais elementos que afetam o valor do Bitcoin.

  • Oferta e demanda. O conceito econômico fundamental de oferta e demanda é essencial para determinar o preço do Bitcoin. A raridade do Bitcoin, que tem uma oferta máxima de 21 milhões, e sua crescente demanda e complexidade de mineração após eventos de halving são fatores que podem afetar seu valor.
  • Adoção institucional. A adoção do Bitcoin por mais instituições e empresas pode aumentar seu valor. A participação de grandes corporações, como a Tesla e a MicroStrategy, já teve um efeito construtivo sobre o valor do Bitcoin.
  • Mudanças regulatórias. Quaisquer alterações nas políticas ou regulamentações governamentais que afetem o uso ou a legalidade do Bitcoin podem afetar seu preço.
  • Acessibilidade e liquidez. Se mais pessoas usarem o Bitcoin, ele poderá se tornar mais valioso. Quando casos de uso potencial do Bitcoin são revelados, seu preço normalmente aumenta. Alguns participantes do mercado, inclusive bolsas, desenvolveram ou estão desenvolvendo ferramentas de investimento centradas no Bitcoin, como futuros e fundos mútuos.
  • Criptomoedas rivais podem afetar o valor do Bitcoin. Se outra criptomoeda ganhar força significativa, ela pode fazer com que os investidores desviem sua atenção do Bitcoin, levando a uma queda em seu preço.
  • Cobertura da mídia pode influenciar significativamente o valor do Bitcoin. Notícias favoráveis podem afetar positivamente a demanda e os preços, enquanto notícias negativas podem causar um declínio.
  • Custo de mineração do Bitcoin também pode afetar seus preços. O valor do Bitcoin pode aumentar para refletir essa despesa.

Em resumo, as forças do mercado, as reações emocionais e os eventos externos contribuem para as flutuações de preço do Bitcoin. Embora a previsão do preço futuro do Bitcoin seja um desafio, a compreensão de seus elementos determinantes pode ajudar os investidores a tomar decisões mais bem informadas ao negociar ou investir em criptomoedas.

Como e onde comprar Bitcoin?

Há várias maneiras de comprar ou vender Bitcoin.

  • Bolsas de criptomoedas on-line, como a Binance ou a eToro, onde o Bitcoin pode ser comprado ou vendido usando vários métodos de pagamento, como cartões bancários, transferências bancárias e carteiras eletrônicas. Nessas bolsas, é possível criar uma conta, passar pela verificação e começar a negociar.
  • Bolsas de criptomoedas locais, onde você pode comprar ou vender Bitcoin localmente, encontrando o vendedor pessoalmente. Algumas dessas bolsas incluem a HodlHodl.
  • Caixas eletrônicos de criptomoedas, onde o Bitcoin pode ser comprado usando dinheiro ou cartões bancários.
  • Redes peer-to-peer podem comprar ou vender Bitcoin diretamente de outros usuários usando uma variedade de métodos de pagamento.

É importante lembrar que as criptomoedas são ativos voláteis. Portanto, antes de comprar ou vender Bitcoin, é fundamental pesquisar minuciosamente o mercado e tomar decisões bem informadas. Antes de comprar ou vender criptomoedas, é importante estudar a legislação de seu país, pois em alguns estados elas podem ser proibidas por lei.

O que torna o Bitcoin único?

O Bitcoin é um tipo distinto de classe de ativos que se diferencia das classes de ativos convencionais, como imóveis, ações e até mesmo ouro. Algumas características exclusivas do Bitcoin são a descentralização, o anonimato e a segurança.

  • Descentralização: A rede descentralizada do bitcoin é uma característica central que torna o Bitcoin único. Ao contrário das moedas tradicionais, o bitcoin não é controlado por uma autoridade central ou governo. Em vez disso, ele é alimentado por um protocolo ponto a ponto que permite que os usuários façam transações diretamente entre si sem a necessidade de intermediários, como bancos ou processadores de pagamento.
  • Imutabilidade: As transações de Bitcoin são registradas em um livro-razão público chamado blockchain, que é imutável e à prova de adulteração. Isso torna a rede confiável e fidedigna, diferenciando-a de todas as outras classes de ativos em que a falta de transparência, a falsificação ou a corrupção podem representar um risco para os investidores.
  • Oferta limitada e deflacionária: O Bitcoin tem uma oferta limitada de 21 milhões de moedas, o que o torna uma moeda deflacionária. A criação de novos Bitcoins é matematicamente definida e estritamente aplicada pela rede Bitcoin, ao contrário das moedas fiduciárias, que podem sofrer alterações de oferta devido a decisões governamentais.
  • Acessibilidade global: O Bitcoin é acessível a qualquer pessoa com conexão à Internet, o que o torna uma moeda sem fronteiras que pode ser usada para transações internacionais rápidas e fáceis.
  • Segurança: O Bitcoin usa as mais recentes técnicas de criptografia para proteger as transações e evitar qualquer tipo de fraude. As transações na rede Bitcoin são verificadas por algoritmos matemáticos sofisticados que exigem um enorme poder de computação para serem resolvidos.
  • Reserva de valor: O Bitcoin é considerado uma reserva legítima de valor e é usado por muitas pessoas, o que lhe confere mais liquidez e aceitação do que a maioria dos outros ativos tradicionais.

Esses são os principais recursos que tornam o Bitcoin único. Sua tecnologia revolucionou a maneira como pensamos sobre dinheiro, câmbio e transações. Suas características exclusivas o tornam útil tanto para indivíduos quanto para empresas e representa uma mudança de paradigma empolgante tanto em finanças quanto em tecnologia, abrindo caminho para uma nova era de inovação financeira.

O que é o halving do Bitcoin?

O halving ("redução pela metade") do Bitcoin é um evento que ocorre a cada quatro anos, reduzindo a recompensa dos mineradores em 50%. Isso resulta em uma taxa de circulação mais lenta para novos Bitcoins. Consequentemente, a dinâmica de oferta e demanda da criptomoeda é diretamente afetada. O halving reduz a oferta disponível, diminuindo a taxa de introdução de novos BTC no mercado. À medida que a oferta diminui e a demanda permanece a mesma ou aumenta, os princípios econômicos básicos dizem que o preço do Bitcoin sobe. Algumas pessoas acham que um corte na inflação fará com que o preço do Bitcoin suba muito, enquanto outras argumentam que as pessoas já esperavam o halving, portanto isso não mudará nada.



Como minerar Bitcoin?

Etapas para minerar BTC:

  1. Obter uma carteira de Bitcoin: Antes de minerar Bitcoin, você precisa obter uma carteira de Bitcoin para armazenar seus lucros. Há vários tipos de carteiras, incluindo carteiras de hardware, carteiras de software e carteiras on-line.
  2. Construir ou comprar uma plataforma de mineração: Uma plataforma de mineração é um computador projetado especificamente para mineração de criptomoedas. Normalmente, consiste em várias GPUs capazes de realizar cálculos matemáticos complexos em alta velocidade. Você pode construir seu próprio equipamento de mineração ou comprar um de um fabricante.
  3. Instalar o software de mineração de Bitcoin: Depois de ter uma plataforma de mineração, você precisará instalar o software de mineração de Bitcoin. Há várias opções de software de mineração disponíveis, incluindo CGMiner, BFGMiner e EasyMiner.
  4. Participar de um pool de mineração: Você pode começar a minerar Bitcoin em casa juntando-se a um grupo de outros mineradores para reunir seus recursos e aumentar suas chances de ganhar novos BTC. No entanto, o pool de mineração dividirá as recompensas entre os membros de acordo com o poder de mineração contribuído por eles.
  5. Configurar seu software de mineração: Você precisará configurar seu software de mineração com o endereço de sua carteira de Bitcoins e o endereço do pool de mineração ao qual você se juntou. Você também precisará definir o número de threads e a intensidade da mineração.
  6. Iniciar a mineração: Depois de configurar o software de mineração, você estará pronto para começar a minerar BTC. O software de mineração usará o poder de processamento de sua plataforma de mineração para resolver problemas matemáticos complexos e validar transações de Bitcoin.

Entretanto, a mineração de Bitcoin em casa exige um investimento substancial em equipamentos especializados e um alto nível de conhecimento técnico. Há várias maneiras de fazer isso, incluindo o uso de um computador com uma placa gráfica potente, a adesão a um pool de mineração ou a participação na mineração em nuvem.

Como manter seus Bitcoins seguros?

Para proteger seus Bitcoins, siga estas práticas:

  • Use o armazenamento a frio: é uma das formas mais seguras de manter seu Bitcoin, pois as carteiras off-line não estão conectadas à Internet. Para obter o armazenamento mais seguro, considere o uso de uma carteira de hardware sem custódia para todas as suas necessidades de armazenamento de longo prazo de Bitcoins e criptomoedas.
  • Use uma carteira de hardware: uma carteira de hardware também é recomendada. Uma carteira de hardware é um dispositivo físico que armazena com segurança suas chaves privadas off-line, o que a torna a maneira mais segura de armazenar seu Bitcoin. Essas carteiras podem armazenar criptomoedas e podem se conectar a outros dispositivos via USB, Bluetooth ou um aplicativo.
  • Faça backup de sua carteira: backups regulares podem ajudá-lo a recuperar sua moeda em caso de falha do computador. Inclua todos os arquivos de dados da carteira e armazene o backup em vários locais seguros, como em um USB, CD ou outro dispositivo removível. Além disso, certifique-se de usar uma senha forte e criptografar o backup.
  • Use senhas fortes para evitar o acesso não autorizado ao seu Bitcoin.
  • Use segurança multi-assinatura: A segurança multi-assinatura ajuda a manter o controle de seu Bitcoin ao exigir várias assinaturas para autorizar uma transação.
  • Use uma carteira quente para quantias pequenas: Mantenha apenas o que planeja usar em sua carteira quente. Quando terminar a transação, mova seu Bitcoin de volta para o armazenamento a frio.
  • Seja cauteloso com os serviços on-line: Tenha cuidado com qualquer serviço on-line, pois qualquer dispositivo conectado à Internet é vulnerável. Use bolsas e carteiras de boa reputação e nunca compartilhe sua frase-semente ou chaves privadas com ninguém.

É fundamental ter em mente que nenhum método de armazenamento é 100% seguro e que é necessário tomar as precauções necessárias para proteger seu Bitcoin contra roubo, mau funcionamento do computador, perda de chaves de acesso e outros riscos potenciais.

Prós e contras do Bitcoin

Prós do Bitcoin Contras do Bitcoin
Descentralizado: O Bitcoin é descentralizado, o que significa que não é controlado por nenhum governo ou instituição financeira. Isso o torna imune a interferências e manipulações governamentais. Volatilidade: O valor do Bitcoin é altamente volátil, o que significa que seu preço pode flutuar de forma rápida e imprevisível. Isso o torna um investimento arriscado.
Anonimato: As transações com Bitcoin são anônimas e não exigem a divulgação de informações pessoais. Isso a torna atraente para aqueles que valorizam a privacidade. Preocupações com a segurança: O Bitcoin é vulnerável a hacking e roubo, pois é armazenado em carteiras digitais que podem ser acessadas por hackers se não estiverem devidamente protegidas.
Acessibilidade: O Bitcoin pode ser usado por qualquer pessoa com uma conexão à Internet, independentemente de sua localização ou situação financeira. Aceitação limitada: O Bitcoin não é amplamente aceito como forma de pagamento, o que limita sua utilidade em transações cotidianas.
Taxas de transação mais baixas: As transações com Bitcoin normalmente têm taxas mais baixas em comparação com as transações bancárias tradicionais. Impacto ambiental: A mineração de Bitcoin requer uma quantidade significativa de energia, o que tem um impacto negativo no meio ambiente.
Transparência: Todas as transações de Bitcoin são registradas em um livro-razão público, o que as torna transparentes e rastreáveis. Falta de regulamentação: O Bitcoin não é regulamentado por nenhum governo ou instituição financeira, o que pode levar a atividades ilegais, como lavagem de dinheiro e evasão fiscal.

Resumo

O Bitcoin é a primeira criptomoeda baseada em criptografia e tecnologia blockchain — isso significa que são usadas assinaturas digitais e algoritmos criptográficos para verificar e registrar transações na blockchain, onde todas as transações são registradas. A capitalização de mercado do Bitcoin excede a de qualquer outra criptomoeda, assim como a quantidade de ruído de informação e especulação em torno dele. Portanto, as previsões de preço do bitcoin devem ser consideradas com muito cuidado.

Quão útil você achou este artigo?
Obrigado pela sua avaliação!

Moedas populares em Bitcoin

Conversores BTC

Bitcoin Tempo

Bitcoin Conversores

BTC
1 BTC =

Veja também

BNB (BNB)
$578,65
0,94%
Cardano (ADA)
$0,505226
-0,34%
Chainlink (LINK)
$14,85
-0,44%
Dogecoin (DOGE)
$0,162709
-0,5%
Litecoin (LTC)
$85,43
0,62%
Polygon (MATIC)
$0,732455
-0,54%
Ripple (XRP)
$0,533065
1,14%
Shiba Inu (SHIB)
$0,00002723
-0,96%
Solana (SOL)
$151,87
0,73%
Tether (USDT)
$1,0
-0,05%

Notícias

Bitcoin sobe em meio à aprovação de ETFs de Bitcoin e Ethereum em Hong Kong

Saiba como

Como comprar criptomoedas no Telegram Wallet?
Como comprar Venom?